23 de Julho de 2009
Quero encaminhar essa notícia para...

Publicada em 11/11/13

Ansiedade patológica pode comprometer carreira e trabalho

Dinâmica dos ambientes de trabalho e aspectos individuais podem levar ao mau desempenho profissional

Dentro de empresas, escritórios e agências, os indivíduos estão sujeitos a metas funcionais e de desempenho, possibilidades de promoção, relações interpessoais e relações com chefias superiores. Por isso, pode ser difícil fugir da autocobrança excessiva e da intolerância com os próprios erros. Esse quadro pode gerar a chamada ansiedade patológica, que é o quadro ansioso além do estado normal, e que atrapalha consideravelmente o desempenho funcional no trabalho.

"O ansioso vive se preocupando e pensa que não conseguirá cumprir as suas tarefas e que poderá ser demitido. No médio e longo prazo, a produtividade no trabalho diminui, devido às preocupações diárias que atrapalham a concentração, o raciocínio e o foco nas tarefas que precisam ser cumpridas no dia", observa o Dr. Francisco de Freitas, médico homeopata e chefe do Departamento de Homeopatia e Terapêutica Complementar da UNIRIO. Outros sintomas da ansiedade são neurovegetativos, tais como insônia, taquicardia, palidez, aumento da perspiração, tensão muscular, tremor, tontura, desordens intestinais, entre outros.

De acordo com o especialista, a ansiedade pode ser até positiva quando faz as pessoas melhorarem algum aspecto na humanidade construindo coisas para o seu próprio benefício. Quando se apresenta em excesso, no entanto, pode colocar a pessoa em apuros - principalmente em situações em que a calma é um fator importante para o sucesso das atividades profissionais.

"Serenidade, clareza e firmeza são algumas características que ajudam qualquer indivíduo a decidir qual o caminho a seguir diante das suas potencialidades, qualidades e defeitos. A ansiedade patológica influencia de maneira bastante nociva a capacidade de discernimento, pois pode desenvolver uma série de sintomas psíquicos e físicos que prejudicam diretamente o desempenho profissional, social e até afetivo", diz o médico.

A ansiedade é tida como normal quando corresponde a uma resposta adaptativa do organismo, mas se torna patológica a partir do momento em que esse tipo de resposta destoa frequentemente da intensidade que o tipo de situação exige. Nesse sentido, ambientes de grande competitividade estimulariam um perigoso estado de tensão principalmente naqueles que já possuem esta tendência.

É recomendável que o indivíduo que sofre pelo excesso de ansiedade, procure um profissional capacitado para ajudá-lo a identificar quais fatores poderiam influenciar o desenvolvimento e o agravamento do problema. Uma vez identificados, serão indicados os tratamentos ou técnicas mais adequadas para cada caso. O tratamento homeopático, por exemplo, é uma boa opção no controle da ansiedade, pois trata as pessoas sem causar possíveis efeitos colaterais adversos ou qualquer tipo de dependência. "Os medicamentos homeopáticos podem ser administrados de forma unitária ou associados, sendo que cada um deles tem as suas indicações específicas", explica o Dr. Francisco.



Mais informações para a imprensa

Raoni Bories
Barcelona Soluções Corporativas
(11) 3019 3096 | 95116 4935
raoni@barcelonasolucoes.com.br