23 de Julho de 2009
Quero encaminhar essa notícia para...

Publicada em 06/11/17

Porto Alegre Deve Revitalizar Placas E Relógios De Rua

Poder Público deve promover licitação no próximo ano para novos modelos

Um levantamento realizado pela Associação Gaúcha das Empresas de Publicidade ao Ar Livre (Agepal), na cidade de Porto Alegre, hoje, conta com perto de 5 mil placas de indicação de ruas e avenidas, quando seriam necessárias pelo menos 25 mil. Para agravar mais esse quadro, a própria entidade estima que cerca de 50 peças desse tipo são danificadas por mês. A manutenção desse equipamento é feita, atualmente, pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

O quadro preocupante pode ser minimizado no ano que vem com novas licitações a serem feitas pela Prefeitura.

A primeira delas deve privilegiar os relógios de rua, desativados desde junho de 2015. Assim que esse processo estiver definido, será a vez da licitação para o fornecimento e instalação das placas de rua. A ideia é que as empresas poderão explorar os serviços durante dez anos.

Jorge Luiz Mussolin