23 de Julho de 2009
Quero encaminhar essa notícia para...

Publicada em 10/07/18

Mídia Dados 2018

Panorama da mídia do Brasil chega com novidades sobre OOH

Em sua 31º edição, a publicação do Grupo de Mídia São Paulo, apresenta o novo cenário dos meios como empresas multiplataformas; o crescimento do mobile e as tecnologias disruptivas; a geração de dados e métricas dos meios cinema e mídia exterior e 60 entrevistas em vídeo com os principais líderes de veículos de comunicação do país

O Grupo de Mídia São Paulo apresenta o Mídia Dados 2018, a mais completa publicação de mídia da indústria brasileira, que neste ano, vem com algumas novidades, entre elas: 60 entrevistas em vídeo com líderes dos principais veículos do país; dados sobre mídia exterior com a pesquisa Mapa OOH – uma análise do mobiliário urbano frente a todos os meios de comunicação; informações completas sobre o meio digital incluindo mobile e APPs. Além dos dados mais relevantes de todos os canais de comunicação do país TV aberta, TV por assinatura, Internet, cinema, jornal, revista, rádio e suas plataformas digitais, OOH, informações de mídia da América Latina e internacional fornecidas pela Zenith.

“O Mïdia Dados é uma das maiores contribuições do Grupo de Mídia ao mercado pelo volume e pela qualidade das informações que disponibilizamos para pesquisa. São meses de trabalho convertidos no maior estudo sobre mídia do país. Nesta 31ª edição, além dos dados técnicos conversamos com 60 executivos de importantes veículos de comunicação sobre suas visões do mercado no Brasil e no mundo”, comentou Paulo Sant’Anna, presidente da entidade e vice-presidente de mídia da mcgarrybowen.

Para marcar o cinquentenário do Grupo de Mídia São Paulo, a edição traz uma entrevista com o presidente Paulo Sant’Anna na qual ele aborda a trajetória da entidade neste período e a matéria “Uma esfinge plural” sobre os hábitos de mídia do público jovem.

Para fazer a edição, a equipe do Mídia Dados coordenada por Luciana Schwartz, da diretora de mídia omnichannel, da VML e membro do Conselho do Grupo de Mídia, contou com mais de 50 fornecedores do porte de Kantar Ibope, Ibope Inteligência, Ipsos, Comscore, IVC, Anatec, e todas as associações líderes em seus meios de atuação. “Um dos pontos do estudo que vale ressaltar é a evolução do processo de digitalização dos meios como TV aberta e por assinatura, que passaram a se colocar como empresas multiplatormas, ampliando o alcance de forma efetiva para diversas telas. O SBT, por exemplo, se tornou o maior canal de TV no Youtube do mundo”, afirma Luciana Schwartz, curadora do estudo. A Bandeirantes também vem registrando ótimos índices com Master Chef explodindo em audiência no Youtube (representando 34% da audiência, 1.5MM de views da audiência total – on e off-line – do programa), assim como a MTV incrementando 47% da audiência vinda através de streaming,

As entrevistas com os executivos dos principais veículos brasileiros, os vídeos estarão disponíveis nas redes sociais do Grupo de Mídia e no canal do Youtube. Já pela versão impressa, será possível acessar por meio QRcode aproximando o celular da imagem.

O Mídia Dados conta com a versão impressa, mas também pode ser acessado pelo site do Grupo de Mídia São Paulo – www.gm.org.br – ou ainda pelo aplicativo.

Alguns achados da pesquisa:

· TV aberta: Share de TV aberta por emissora

o TV Globo segue na liderança com 37,36% de market share seguida das emissoras Record 14,56% e SBT 14,01%.

· Internet: Usuários de internet no Brasil – Evolução ano a ano

o Em 2015, a internet contava 102,1 milhões de usuários; em 2016 este número subiu para 116,1 milhões, segundo TIC Domicílios, publicado em novembro de 2017.

· Cinema: tickets vendidos em milhões e número de pessoas que vão ao Cinema

o 185 milhões de pessoas foram ao cinema em 2017 contra 170,7 milhões em 2016. Fonte: FilmeB

· OOH: Dados iniciais do estudo do Mapa OOH com resultados técnicos de mídia

o Pela 1a vez o mercado brasileiro passa a ter dados como Alcance, Frequência e GRP em mobiliário urbano.

São Paulo: todo o mobiliário por 7 dias

Alcance 59%, frequência média 86, GRP 5.074, Alcance Classes AB 83%, C 47%, DE 35%, Alcance sexo: 56% mulheres, 61% homens

· PayTV: Evolução do número de domicílios

o O meio segue mantendo sua performance mesmo com cenário econômico desfavorável. Segundo a Anatel, em 2016, 18.796 domicílios possuíam TV por assinatura, já em 2017 18.643.

· Rádio: Participação da audiência: off e web

o O rádio off-line domina o mercado com 95,51% de audiência enquanto a rádio web conta com 4,49%.

Jornal e Revista: Circulação dos títulos com edição digital

o São registrados dados importantes nas edições digitais.

Jorge Luiz Mussolin