23 de Julho de 2009
Quero encaminhar essa notícia para...

Publicada em 10/08/18

Resultado De Licitação De Lisboa É Contestado Por Anunciantes

Associação de Anunciantes demonstra insatisfação pela decisão adotada

Mais um capítulo da novela da Licitação para o Mobiliário Urbano da cidade de Lisboa. Depois de declarar o resultado oficial da concorrência, a Câmara de Lisboa reviu a decisão e apontou a JCDecaux como vencedora, provocando um “imbróglio” com as empresas que participaram do processo.

Mais recentemente, a Câmara de Lisboa se recusou a atrasar a concessão para a empresa JCDecaux, o que causou mais alvoroço entre os concorrentes que alertaram que iriam tomar as providências judiciais cabíveis para contestar o resultado.

Agora, a Associação Portuguesa de Anunciantes (APAN) também passou a fazer parte desse grupo dissidente, contestando o modelo de "monopólio" da Câmara Municipal de Lisboa (CML) para a concessão do espaço publicitário exterior.

A entidade, após se reunir com a Câmara de Lisboa, manifestou sua posição de se disponibilizar para debater uma solução equilibrada, propondo alternativas para a solução do impasse. Mas, apesar dos apelos vindos de todos os lados envolvidos, a Câmara não deve abrir mão de sua decisão, criando mais animosidade ao já quente debate.

Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos...

Jorge Luiz Mussolin